SBM Offshore é atingida por redução de gastos da indústria de petróleo

quarta-feira, 11 de novembro de 2015 18:49 BRST
 

AMSTERDAM (Reuters) - A SBM Offshore, líder mundial de afretamentos de unidades marítimas para produção de petróleo, disse nesta quarta-feira que uma queda em pedidos atingiu a receita da empresa no terceiro trimestre, com os clientes cortando gastos em meio aos atuais preços baixos do petróleo.

A companhia com sede em Amsterdam, que gera quase 60 por cento de seus negócios no Brasil, está negociando um acordo com autoridade sobre as alegações de pagamentos de propina para vencer contratos com a Petrobras.

A SBM disse que, enquanto as discussões estão em progresso e está novamente elegível para participar de licitações em seu maior mercado, ainda não entrou nos processos de propostas em novos projetos nos campo de petróleo de Libra e Sépia.

"Apesar das repetidas garantias de que documentos de licitações relevantes podem estar próximos, eles ainda precisam ser recebidos da Petrobras", disse a SBM em declaração. "Uma vez que sejam recebidos, a empresa atualizará o mercado por conseguinte."

SBM disse que sua receita direcional do terceiro trimestre, que leva em conta resultados futuros ou contratos a longo prazo, caiu 18 por cento para 2,059 bilhões de dólares, enquanto a carteira de pedidos caiu 10 por cento, para 19,5 bilhões de dólares.

(Por Anthony Deutsch)