Lacker, do Fed, diz que política monetária tem habilidade "única" de influenciar inflação

quinta-feira, 12 de novembro de 2015 13:35 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - O presidente do Federal Reserve de Richmond, Jeffrey Lacker, disse nesta quinta-feira que o banco central norte-americano ainda detém a habilidade "única" de influenciar a inflação, mas que o impacto da política monetária na atividade econômica real é limitada.

"A política monetária é singularmente capaz de afetar o nível do preço no longo prazo", disse Lacker. "Em contraste, a atividade real é predominantemente influenciada por fatores além do controle da política monetária --produtividade e crescimento populacional, por exemplo."

O Federal Reserve tem sido perturbado pela inflação que continua abaixo da meta de 2 por cento, e algumas autoridades do Fed tem defendido esperar por mais sinais de que a inflação vai subir antes de embarcar no aperto monetário.

Lacker, que votou duas vezes neste ano pelo aumento dos juros quando o resto dos seus colegas com poder de voto do Fed decidiram esperar, disse que o recente comportamento da inflação "não justifica tal pessimismo", mas acrescentou que a credibilidade do objetivo para a inflação "depende da crença pública de que o banco central tem e vai usar as ferramentas necessárias para fazer a inflação retornar à sua meta, se isso se tornar necessário."

Para este objetivo, o Fed deve olhar mais fundo o mecanismo através do qual suas ações afetam a geração de dinheiro e, em última instância, o nível do preço", disse ele, "levando em conta como o conjunto de ferramentas da política monetária mudou desde a crise financeira."

Lacker vai perder o poder de voto no comitê de definição de política do Fed ao final do ano devido ao sistema rotativo do banco central.

(Por Lindsay Dunsmuir)