Ações asiáticas têm queda após commodities atingirem novamente mínima de 6 anos

sexta-feira, 13 de novembro de 2015 07:40 BRST
 

Por Hideyuki Sano e Nichola Saminather

TÓQUIO/CINGAPURA (Reuters) - As ações asiáticas caíram nesta sexta-feira após os preços das commodities recuaram a mínimas de vários anos por preocupações de que o crescimento global mais lento possa agravar o excesso de oferta, enquanto autoridades do banco central dos Estados Unidos continuam alimentando as expectativas de alta dos juros no próximo mês.

Às 7h33 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 1,45 por cento, pressionado por perdas nas ações de matérias-primas. O índice caminhava para uma desvalorização de mais de 3 por cento nesta semana.

O índice Nikkei do Japão fechou em queda de 0,5 por cento, interrompendo sequência de sete dias de alta, mas teve ganho na semana de 1,7 por cento. O índice de Xangai recuou 1,4 por cento.

O cobre, considerado um bom termômetro da saúde econômica mundial devido a seu amplo uso industrial, atingiu a mínima de seis anos de 4.795,50 dólares por tonelada.

Por sua vez o ouro se recuperou para 1.082,06 após atingir o menor nível em seis anos de 1.074,30 por onça.

Já os preços do petróleo rondavam as mínimas de dois anos e meio devido à persistente alta nos estoques norte-americanos.

Várias autoridades do Fed se alinharam na quinta-feira em relação a uma elevação da taxa de juros em dezembro.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,51 por cento, a 19.596 pontos.   Continuação...