Calor reduz previsão de queda na carga de energia do Brasil em novembro

sexta-feira, 13 de novembro de 2015 15:12 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A carga de energia do sistema interligado do Brasil deverá cair 0,8 por cento em novembro, informou nesta sexta-feira o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), reduzindo projeção de queda ante 2,5 por cento divulgada na semana anterior.

A mudança no cenário para a carga acontece "justamente em razão da expectativa de elevação na temperatura" em novembro, disse à Reuters a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), que usa as projeções do operador para calcular o Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), utilizado no mercado spot de eletricidade.

O ONS informou que o consumo deverá cair 1,1 por cento nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, ante projeção anterior de baixa de 3,1 por cento, enquanto no Sul a retração esperada é de 6,6 por cento, ante previsão anterior de 8,1 por cento.

O órgão também elevou levemente a projeção de chuvas para os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste, para 98 por cento da média, ante projeção anterior de 96 por cento.

No Nordeste, a expectativa foi reduzida para apenas 16 por cento da média histórica, ante uma projeção anterior de 25 por cento.

Com isso, os reservatórios das hidrelétricas do Nordeste do Brasil devem encerrar o mês com somente 4,3 por cento da capacidade de armazenamento, ante 6,5 por cento registrados na quinta-feira.

(Por Luciano Costa)