Caixa segue na liderança de ranking de reclamações do BC

segunda-feira, 16 de novembro de 2015 12:11 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Caixa Econômica Federal seguiu em outubro, pelo quarto mês consecutivo, no topo da lista de bancos com maiores índices de reclamações de clientes apurado pelo Banco Central, segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira.

O banco estatal teve índice de reclamações subindo a 11,09 ante 10,88 em setembro. O indicador leva em consideração queixas consideradas procedentes em relação ao número de clientes, multiplicado por 1 milhão.

Assim como em setembro, o tema mais reclamado na Caixa em outubro envolveu cartões de crédito, com 355 queixas de clientes, seguido por serviços (106) e insatisfação dos clientes sobre resposta do banco a reclamações junto ao BC (59).

Mantendo a segunda posição no ranking ante setembro aparece o Bradesco, com índice de queixas de 9,19 ante 9,28 em setembro. No caso do Bradesco, das 705 reclamações em outubro, 177 envolveram cobrança irregular de tarifa por serviços não contratados.

O Itaú Unibanco manteve a terceira posição, com 426 reclamações e índice de 7,16 ante 7,69 em setembro. O HSBC Brasil, que está sendo comprado pelo Bradesco, subiu da quinta para a quarta posição no ranking de reclamações, com 83 queixas e ficando com índice de 6,54 ante 6,08 em setembro.

O Santanter Brasil encerra a lista dos cinco mais reclamados, caindo uma posição ante setembro e encerrando outubro com índice de 6,34 ante 7,29 no mês anterior.

(Por Alberto Alerigi Jr.)