Grécia chega a acordo com credores sobre reformas para liberar ajuda, diz ministro

terça-feira, 17 de novembro de 2015 08:42 BRST
 

Por Renee Maltezou

ATENAS (Reuters) - A Grécia chegou a um acordo com seus credores sobre reformas financeiras nesta terça-feira, disse o ministro das Finanças, Euclid Tsakalotos, removendo um grande obstáculo travava novos empréstimos de resgate para o país.

Atenas concordou com um novo programa de ajuda no montante de até 86 bilhões de euros mais cedo neste ano, mas o pagamento de uma primeira parcela estava travado devido a desentendimentos sobre regulações relativas a execuções hipotecárias e como lidar com impostos atrasados ao Estado.

"Houve um acordo sobre todos os pontos principais... tudo o que foi requisitado", disse Tsakalotos a repórteres após uma reunião com representantes das instituições europeias e do Fundo Monetário Internacional (FMI) sobre o desembolso de ajuda.

Tsakalotos disse que o acordo significa que o Parlamento grego pode agora ratificar em lei as reformas, e que os vice-ministros das Finanças da zona do euro podem endossar o acordo na sexta-feira.

Isso vai permitir um desembolso de ajuda de 2 bilhões de euros e cerca de 10 bilhões em ajuda de recapitalização para os quatro principais bancos do país, disse.

A Grécia tem se esforçado para completar sua primeira avaliação sobe o novo pacote de resgate, o terceiro desde 2010, para assim poder iniciar as negociações com os credores sobre alívio da dívida.