Compra da BG pela Shell tem aval de órgão regulador australiano

quinta-feira, 19 de novembro de 2015 11:12 BRST
 

(Reuters) - A anglo-holandesa Shell obteve nesta quinta-feira a aprovação de um importante órgão regulador australiano para a compra da britânica BG, por 70 bilhões de dólares, em um movimento que irá tornar a companhia a principal sócia da Petrobras no pré-sal.

A Comissão Australiana de Competição e Consumidores (ACCC, na sigla em inglês) concedeu autorização incondicional para o negócio, que tornará a Shell o principal operador global de gás natural liquefeito (GNL) e grande produtor de petróleo no mar.

A fusão ainda precisa do aval de reguladores chineses. A Shell planeja concluir o negócio até início de 2016.

Atualmente, a BG é a maior produtora de petróleo do Brasil depois da Petrobras, devido a suas participações em campos altamente produtivos do pré-sal.

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou no início de julho, sem restrições, a aquisição da totalidade das ações da BG Group pela anglo-holandesa Shell no Brasil.