Fed fez "tudo" para evitar surpresa com aumento dos juros, diz Fischer

quinta-feira, 19 de novembro de 2015 20:41 BRST
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Federal Reserve telegrafou sua iminente subida das taxas de juro tão bem que os bancos centrais de outros países começaram a ficar impacientes, sugeriu o número dois do banco central dos Estados Unidos nesta quinta-feira.

"No futuro relativamente próximo, provavelmente, alguns dos principais bancos centrais começarão gradualmente a se afastar de juros próximos de zero", disse o vice-chair do Fed, Stanley Fischer, em comentários preparados para a conferência de Política Econômica da Ásia do Fed de San Francisco.

Apesar de não ter dito, ficou claro que ele incluiu o Fed na referência sobre os "principais bancos centrais".

"Enquanto continuamos a examinar os dados, e nenhuma decisão final foi tomada, temos feito tudo o que pudemos para evitar surpreender os mercados e governos quando agirmos, em tal medida que vários bancos centrais de mercados emergentes (e outros) têm dito há algum tempo para o Fed 'simplesmente agir'".

É amplamente esperado que o Fed eleve os juros pela primeira vez em quase uma década na reunião de política monetária nos dias 15 e 16 de dezembro. A expectativa de que os juros subirão em dezembro ganhou força na reunião de 27 e 28 de outubro, de acordo com a ata da reunião divulgada na quarta-feira.

(Por Ann Saphir)