Vice-premiê grego diz que governo tem maioria sólida para avançar com reforma da Previdência

sábado, 9 de janeiro de 2016 17:29 BRST
 

ATENAS (Reuters) - O governo de esquerda da Grécia será capaz de avançar com a crucial reforma da Previdência no Parlamento, parte das medidas que o país concordou em adotar para obter o pacote de resgate internacional, disse o vice-premiê em entrevista publicada neste sábado em um jornal.

A Grécia elaborou uma proposta para reformar seu fragilizado sistema previdenciário, que contempla a fusão dos seis fundos de pensão em somente um e o possível corte das futuras pensões em até 30 por cento.

O objetivo é enviar a proposta ao Parlamento até ao final do mês e votá-la no início de fevereiro.

O primeiro-ministro Alexis Tsipras tem uma maioria parlamentar de apenas três cadeiras e a reforma, a qual se opõem partidos oposicionistas e muitos pensionistas, irá testar a sua resolução de implementar ações definidas com os credores internacionais.

Perguntado se a coalizão de Tsipras tem apoio suficiente garantido de parlamentares para a reforma, o vice-primeiro-ministro, Ioannis Dragasakis, disse em entrevista ao jornal Avgi: "o governo tem uma maioria (parlamentar) forte e sólida".

"Mas a aprovação da lei em questão não será suficiente", disse ele, acrescentando que o governo também deve garantir o apoio dos trabalhadores e dos partidos políticos para implementar as mudanças.

(Por Angeliki Koutantou)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447702)) REUTERS AC