Bovespa tem 4ª queda seguida e vai abaixo de 40 mil pontos pela 1ª desde 2009

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016 18:44 BRST
 

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em queda de mais de 1,5 por cento nesta segunda-feira e abaixo de 40 mil pontos pela primeira vez desde março de 2009, com a piora em Wall Street e o declínio do petróleo minando a tentativa de recuperação do pregão local.

O Ibovespa caiu 1,63 por cento, a 39.950 pontos, menor nível desde 17 de março de 2009, na quarta queda consecutiva.

No pior momento, caiu 1,7 por cento, a 39.924 pontos. Na máxima, pela manhã, o índice de referência do mercado acionário brasileiro subiu 0,9 por cento.

O volume financeiro da sessão totalizou 4,87 bilhões de reais.

"O mercado está sem defesa e sem notícias locais que atraiam capital para a bolsa no curto prazo. Apenas o fato de estar barato em dólar não traz fluxo comprador expressivo", disse o operador Humberto Guidi, da corretora Spinelli.

Dados de fluxo da Bovespa mostram que o saldo de investidores estrangeiros em 2016 até o dia 7 está negativo em 688 milhões de reais.

Para o estrategista Luis Gustavo Pereira, da Guide Investimentos, o próximo suporte técnico importante deve ser em 36.450 pontos, que remete a níveis de 2008 e 2009, embora cite que haverá alguns suportes fracos no meio do caminho.

Nos Estados Unidos, as bolsas também não sustentaram ganhos iniciais, com o petróleo renovando mínimas em 12 anos, enquanto agentes financeiros aguardam o início da safra de resultados norte-americana.   Continuação...