IBGE estima safra 2016 de café do Brasil em 49,7 mi sacas

terça-feira, 12 de janeiro de 2016 17:02 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A safra brasileira de café em 2016 deve atingir o total de 49,7 milhões de sacas de 60 kg, um crescimento de 12,5 por cento ante o ano anterior, em recuperação após perdas por seca em anos anteriores, disse nesta terça-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o IBGE, a recuperação se dá "após dois anos consecutivos de problemas climáticos", com destaque para o tempo seco e quente em São Paulo e no Sul de Minas em 2014, e para a estiagem em 2015 no Cerrado de Minas e no Espírito Santo, algumas das principais áreas produtoras da commodity no país.

A estimativa do IBGE para a produção de café arábica em 2016 é 38,3 milhões de sacas de 60 kg, o que representa uma alta de 15,6 por cento ante 2015.

Já para a produção de robusta, apesar de ter havido um recuo de 15,7 na estimativa de área plantada no país em 2016, o IBGE projeta um crescimento de 3,3 por cento na produção ante o ano passado, totalizando 11,4 milhões de sacas de 60 kg.

A previsão da safra total de café do Brasil, maior produtor e exportador global, está próxima do ponto mais alto da estimativa anunciada em dezembro pelo Conselho Nacional do Café (CNC), que variava de 47 milhões a 49 milhões de sacas.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) anuncia sua primeira estimativa para a nova safra, com colheita começando nos próximos meses, em 20 de janeiro.

(Por Natália Scalzaretto)

 
Trabalhadores carregam sacas de café para exportação no porto de Santos. 10 de dezembro de 2015. REUTERS/Paulo Whitaker