Base de telefones móveis no Brasil tem 6a queda seguida em novembro

terça-feira, 12 de janeiro de 2016 19:53 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Brasil encerrou novembro com 269,59 milhões de acessos móveis, queda de 1,53 por cento ante outubro, no sexto mês seguido de queda da base, informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta terça-feira.

Os acessos pré-pagos somaram 196,61 milhões (72,9 por cento do total) e os pós-pagos, 72,98 milhões (27,07 por cento).

A Vivo, da Telefônica Brasil, manteve a liderança com 29,5 por cento do mercado em novembro, frente a 29 por cento em outubro. A base de linhas subiu a 79,491 milhões de acessos.

Em segundo lugar ficou a TIM Participações, com 25,7 por cento, ante 26,26 por cento no mês anterior, para 69,293 milhões de acessos.

A Claro, do grupo América Móvil, ficou em terceiro, com 25 por cento, ante 25,2 por cento em outubro, com 67,375 milhões de acessos. Em quarto ficou a Oi, com 18,25 por cento e 49,202 mihões de linhas. A fatia da Nextel foi de 0,9 para 0,93 por cento, a 2,5 milhões de acessos.

(Por Juliana Schincariol)