China pode substituir autoridade para combater desaceleração e turbulências do mercado

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016 14:04 BRST
 

Por Benjamin Kang Lim e Kevin Yao

PEQUIM (Reuters) - Pequim está próxima de nomear o prefeito da metrópole de crescimento mais acelerado da China como o braço-direito do primeiro-ministro, Li Keqiang, para ajudar a combater a desaceleração econômica e a turbulência do mercado, um movimento dramático que destaca a preocupação do governo com a estabilidade financeira.

A planejada mudança de pessoal numa posição próxima do pináculo do poder na China vem após renovadas turbulências nos mercados acionários e cambiais este ano que espalharam novas preocupações sobre se os reguladores estão a altura do trabalho de manter a ordem.

Prefeito desde 2010 da metrópole ao sudoeste do país Chongqing, Huang Qifan, de 63 anos, é cotado para substituir Yang Jing, de 62 anos, como secretário-geral do Conselho de Estado, ou gabinete, disseram à Reuters duas fontes com laços com a liderança e duas fontes do setor financeiro.

"Huang Qifan fez um excelente trabalho em Chongqing", disse uma das fontes com laços com a liderança. "Esperemos que sua indicação possa melhorar a confiança dos investidores e estabilizar o mercado financeiro."

Com o desafio imediato de reduzir a volatilidade do mercado, o governo também encara uma batalha dura para alcançar a média anual de crescimento econômico de ao menos 6,5 por cento entre 2016 e 2020.

 
Prefeito de Chongqing, Huang Qifan, em Pequim. 04/03/2011 REUTERS/Stringer