Importações de soja pela China sobem mais de 14% em 2015 para novo recorde

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016 12:56 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - A China importou 9,12 milhões toneladas de soja em dezembro, o segundo maior nível mensal já registrado, elevando o total de importações em 2015 para um recorde de 81,69 milhões de toneladas, apontam dados alfandegários divulgados nesta quarta-feira.

As importações de soja dezembro subiram 6,9 por cento ante o mesmo mês do ano anterior, enquanto os desembarques da oleaginosa no gigante asiático em 2015 subiram 14,4 por cento, de acordo a Administração Geral das Alfândegas, refletindo a forte demanda por farelo de soja, ingrediente para a produção de ração animal.

    As importações pela China no ano comercial que termina em setembro de 2016 devem aumentar para mais de 82 milhões de toneladas, com uma demanda por farelo maior que a esperada, segundo analistas locais, ante 80,5 milhões de toneladas na previsão do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA).

A China tem expandido a sua indústria de esmagamento de soja para atender ao aumento da demanda de produtores de carnes, disseram analistas.

"As importações de soja para 2015/16 vão continuar a subir, em vez de expectativas anteriores de uma estabilidade", disse Yang Linqin, analista da Cofco Futures.

    "A demanda por farelo de soja melhorou com os estoques de suínos aumentando devido a uma alta na margem da atividade", disse Yang.

A indústria de esmagamento da China provavelmente vai expandir em 10 por cento a sua capacidade de processamento para 179 milhões de toneladas, de acordo com um relatório publicado em um portal da indústria (www.cofeed.com).

A capacidade subiu 4 por cento em 2015, para 162 milhões de toneladas, segundo dados do portal.

(Reportagem de Niu Shuping e Dominique Patton)