Grande fluxo de açúcar branco para Mianmar indica contrabando para China

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016 15:02 BRST
 

LONDRES/PEQUIM (Reuters) - Fortes fluxos de açúcar branco estão viajando da Índia e Tailândia para Mianmar, e acredita-se que boa parte do volume importado pelo país da Ásia deva ser contrabandeado para a China, disseram operadores.

Eles disseram que a repressão às licenças de importação de açúcar bruto pelas autoridades chinesas, um início decepcionante da colheita na China devido à adversidades climáticas e altas margens de importação para a China estimularam o negócio.

A forte demanda chinesa contribuiu para elevar o prêmio do açúcar branco ante o bruto na bolsa Intercontinental Exchange para mais de 100 dólares por tonelada esta semana, uma margem muito confortável para as refinarias.

Acredita-se que o açúcar branco também seja contrabandeado para China via Laos e Camboja, disseram operadores.

"Embarques da Tailândia para Mianmar e Laos têm sido muito pesados nos últimos meses", disse um analista ocidental. "Esta é outra rota para a China."

Operadores europeus disseram que mais de 300 mil toneladas de açúcar branco foram exportadas da Índia para Mianmar em dezembro e o fluxo deve permanecer forte este mês devido às enormes margens de importação para a China.

(Por David Brough e Dominique Patton)