Alta no prêmio do açúcar branco impulsiona demanda de refinarias por açúcar bruto

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016 17:15 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O aumento da demanda por açúcar branco, guiado pela China, e um crescente prêmio do açúcar branco ante o bruto estão resultando em um efeito em cadeia no mercado de açúcar bruto, estimulando as refinarias a elevar a produção.

O prêmio, uma medida da lucratividade do refino de açúcar para transformá-lo em açúcar branco, subiu para cerca de 100 dólares por tonelada, impulsionado pela força da demanda por açúcar branco.

Fontes do mercado disseram que esperam que as usinas da Tailândia priorizem a produção de açúcar branco para atender o aumento da demanda, mas observaram que a produtividade tailandesa havia sido decepcionante até agora, potencialmente reduzindo a oferta de açúcar branco.

"Eu acho que isso se refletirá parcialmente na produção tailandesa sendo desviada do açúcar bruto para o branco, o que definitivamente irá reduzir a oferta de açúcar bruto", disse o diretor da Green Pool, Tom McNeill.

"Mas também há uma demanda adicional das refinarias por açúcar bruto, com margens melhores. Estamos começando a sentir agora o impacto do muito aguardado déficit global de açúcar para 2015/16, e o mercado está lutando para encontrar oferta."

A oferta de açúcar global deve diminuir com o impacto combinado do aumento do consumo, queda da produção brasileira, recuo das estimativas para exportações da Índia e uma safra de beterraba muito ruim na União Europeia, levando para cima as estimativas de déficit após quatro anos de excedente de oferta.

Esse aumento da demanda pelo açúcar bruto por refinarias ao redor do mundo poderá ajudar a puxar para cima os preços do produto neste ano.

(Por David Brough)