Morgan Stanley vê 20% de chance de recessão global em 2016

terça-feira, 19 de janeiro de 2016 10:57 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A possibilidade de uma recessão global este ano é de 20 por cento no pior dos cenários, disse o banco de investimento norte-americano Morgan Stanley nesta terça-feira.

Seus economistas disseram que a demanda do consumidor fraca nos Estados Unidos e no Japão, e a fraqueza nos mercados emergentes devido às preocupações com a queda dos preços do petróleo e das commodities e às fugas de capital da China estavam entre os principais riscos.

Uma recessão global é vagamente definida pelo crescimento abaixo dos aproximadamente 2,5 por cento necessários para a economia do mundo acompanhar o crescimento da população.

"Dois e meio por cento parece ser a área de perigo para a recessão global, porque historicamente esta é a taxa de crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) onde se vê o PIB per capita se tornar negativo", disse a codiretora global de economia do Morgan Stanley, Elda Bartsch.

"Nosso cenário base é de uma modesta recuperação de 3,3 por cento. Mas os riscos estão inclinados para o lado negativo, e parecem ter crescido recentemente."

Nesta terça-feira, o Fundo Monetário Internacional (FMI) cortou suas projeções do crescimento global para 3,4 por cento este ano e 3,6 por cento no próximo, a 16º redução em seus 21 últimos relatórios e atualizações do relatório "Perspectiva Econômica Global."

(Reportagem por Jamie McGeever)