Barclays põe à venda negócio de cartões na Espanha e em Portugal, dizem fontes

terça-feira, 19 de janeiro de 2016 12:25 BRST
 

Por Jesús Aguado e Anjuli Davies

MADRI/LONDRES (Reuters) - O Barclays está vendendo suas operações de cartões de crédito na Espanha e em Portugal, com Santander e o grupo de private equity Apollo entre os interessados, disseram quatro fontes familiarizadas com o assunto.

Na sequência de um plano de recuperação de três anos para melhorar a rentabilidade e reduzir custos, o Barclays já vendeu suas divisões de banco de varejo e de atacado na Espanha e em Portugal, como parte do esforço para diminuir atividades na Europa continental e se concentrar em operações mais rentáveis ​​na Grã-Bretanha, nos Estados Unidos e na África.

Agora está unindo as operações Barclaycard espanholas e portuguesas para venda e solicitou ofertas não vinculantes para o negócio combinado antes do prazo 19 de janeiro, na esperança de fechar um acordo até o fim de março, disseram as fontes.

Os espanhois Santander, Bankinter e Banco Popular, bem como o Apollo, manifestaram interesse e estão considerando fazer propostas, segundo as fontes, que falaram sob condição de anonimato, já que o processo é privado.

Barclays, Santander, Bankinter, Banco Popular e Apollo recusaram-se a comentar.

O banco britânico vendeu suas operações de varejo e banco de atacado na Espanha para a Caixabank em 2014, e as mesmas divisões em Portugal para o Bankinter em setembro passado.