Óleo e Gás Participações pede à ANP interrupção temporária do Campo de Tubarão Martelo

terça-feira, 19 de janeiro de 2016 22:07 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Óleo e Gás Participações (OGXP3.SA: Cotações) informou nesta terça-feira que solicitou à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) a interrupção temporária por até um ano da produção do Campo de Tubarão Martelo.

Esta suspensão foi baseada "nas atuais adversidades do setor de petróleo e gás, tais como o cenário de quedas no preço do brent no mercado internacional", disse a empresa em fato relevante, mencionando, ainda, os altos custos de leasing.

A empresa disse também que a estimativa inicial de elevada produtividade dos poços posteriormente mostrou-se incompatível com o potencial efetivo do campo.

"A paralisação do campo por até um ano permitirá ...avaliar a melhor maneira de retomar a produção do referido campo, considerando a utilização de novas tecnologias e viabilidade econômica do ativo", disse a empresa, em fato relevante.

A ANP tem até 60 dias para avaliar a proposta.

(Por Juliana Schincariol)