Injeção de dinheiro da China pode substituir corte da taxa de compulsório, diz economista do BC

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016 08:41 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - Os movimentos do banco central chinês para injetar mais de 600 bilhões de iuanes (91,19 bilhões de dólares) em liquidez antes dos feriados do Ana Novo Lunar podem substituir um corte na quantidade de dinheiro que os bancos devem manter como reservas, disse o economista-chefe do Banco do Povo da China, Ma Jun, nesta quinta-feira segundo um jornal.

Ma falou ao China Business News em entrevista que as injeções de liquidez podem "implicar em um substituto para a taxa de compulsório bancário".

O banco central prometeu na terça-feira injetar recursos dentro do sistema financeiro para ajudar a aliviar o aperto de liquidez esperado enquanto as pessoas estocam dinheiro antes das celebrações no começo de fevereiro.

(Reportagem por Xiaoyi Shao e Kevin Yao)