Prejuízo recorde do Deutsche Bank revive temores sobre aumento de capital

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016 09:37 BRST
 

Por Arno Schuetze

FRANKFURT (Reuters) - O Deutsche Bank espera divulgar prejuízo líquido recorde de 6,7 bilhões de euros para 2015 devido a baixas contábeis, encargos com litígios e custos com reestruturações, tendo renovado preocupações de que precisará levantar novos recursos para fortalecer suas finanças.

Depois de surpreender os mercados em outubro com uma perda recorde de 6,2 bilhões no terceiro trimestre, o Deutsche Bank disse no fim de quarta-feira que espera que seu prejuízo no quarto trimestre seja de cerca de 2,1 bilhões de euros.

O maior banco alemão registrou encargos com litígios de 1,2 bilhão de euros no trimestre, junto com custos com reestruturação e pacotes de indenizações de 800 milhões de euros, principalmente relacionados a seu banco de varejo.

O novo presidente-executivo, John Cryan, que assumiu em julho, mira um novo começo, mas o banco permanece pesadamente dependente da volátil receita com negociações no mercado de capitais. Esse negócio foi afetado pelas condições desafiadoras de mercado, que reduziram a receita no quarto trimestre.