China ultrapassa Alemanha em energia solar em 2015, mostram dados da indústria

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016 12:02 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - A China ultrapassou a Alemanha no terceiro trimestre como o país com maior capacidade instalada em energia solar, apesar de não ter cumprido a meta para a expansão da fonte em 2015, mostraram dados da indústria nesta quinta-feira.

A capacidade instalada em energia solar fotovoltaica na China era de 43 gigawatts ao final do ano passado, com alta de 15 gigawatts ante 2014, apontou a Associação da Indústria Fotovoltaica da China, segundo a agência oficial de notícias Xinhua.

O número ultrapassa os cerca de 40 gigawatts estimados para capacidade da Alemanha pela agência federal Fraunhofer ISE.

A capacidade instalada solar da Alemanha era de 38,24 gigawatts ao final de 2014 e em 2015 foram adicionados cerca de 1,3 gigawatts, segundo a Fraunhofer ISE.

A Administração Nacional de Energia da China havia estabelecido uma agressiva meta de crescimento de 23,1 gigawatts para a capacidade em usinas solares em 2015.

A instituição ainda não divulgou dados referentes ao quarto trimestre e ao ano inteiro de 2015. Para 2016, a China tem como objetivo adicionar 15 gigawatts em capacidade solar, disse o presidente da entidade em dezembro.

A energia solar responde por cerca de 2,85 por cento da capacidade instalada da China, de acordo com cálculos feitos pela Reuters com base em dados oficiais.