BNDES desembolsa R$136 bilhões em 2015, queda de 28% ante 2014

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016 14:23 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) desembolsou 136 bilhões de reais para projetos de investimento em 2015, valor 28 por cento menor do que no ano anterior, informou a instituição em nota nesta segunda-feira.

As aprovações atingiram 109,5 bilhões de reais e as consultas somaram 124,6 bilhões de reais, recuo de 47 por cento dos dois indicadores quando comparados com 2014.

"O desempenho acompanha a desaceleração da demanda por novos investimentos e foi influenciado pela política de ajuste fiscal implementada pelo governo federal, o que implicou em duas mudanças: condições mais restritivas nos programas equalizados e fim da política de empréstimos do Tesouro Nacional ao BNDES", disse o banco de fomento no comunicado.

No ano passado, o setor de infraestrutura teve uma fatia de 40,4 por cento dos desembolsos, a 54,9 bilhões de reais. Os desembolsos para a indústria foram de 36,9 bilhões de reais (27,1 por cento), enquanto para o comércio e serviços foram destinados 30,4 bilhões de reais (22,4 por cento) e para agropecuária 13,7 bilhões de reais (10,1 por cento), informou o BNDES.

A instituição também disse que ajustou sua política operacional devido à conjuntura econômica, "preservando maiores níveis de participação, taxas menores e prazos mais longos para setores e temas prioritários".

Assim, em 2015, desembolsos para projetos como os de energia elétrica tiveram alta de 15 por cento (21,9 bilhões de reais). Neste segmento, os projetos de energia eólica subiram 85 por cento, para 6,1 bilhões de reais.

Para logística de transporte, os desembolsos subiram 8 por cento (20 bilhões de reais). As liberações a projetos de mobilidade urbana, que atingiram 8,5 bilhões de reais, cresceram 30 por cento sobre 2014.

(Por Pedro Fonseca e Juliana Schincariol)

 
Sede do BNDES, no centro do Rio de Janeiro.   10/08/2015       REUTERS/Sergio Moraes/Files