Espanhol Santander é afetado por encargos no 4o tri e lucro despenca

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016 10:00 BRST
 

MADRI (Reuters) - O lucro líquido do espanhol Santander no quarto trimestre despencou 98 por cento, disse o banco nesta quarta-feira, afetado por encargos no Reino Unido e desaceleração da receita no Brasil, dois de seus mercados mais importantes.

O banco, que tem estado há tempos sob escrutínio por conta de seus índices de capital, mostrou progresso neste front no quarto trimestre. Os índices sob o critério mais estrito subiram para mais de 10 por cento, cumprindo as metas do Santander.

Compensações para clientes britânicos pela comercialização problemática de seguros de proteção de pagamentos corresponderam a quase metade do 1,44 bilhão de euros em encargos extraordinários, enquanto o lucro excluindo esses itens sentiu o impacto do declínio de seu negócio brasileiro, afetado pela recessão que assola o país.

O maior banco da zona do euro em valor de mercado teve lucro recorrente para o grupo estável contra o quarto trimestre do ano anterior, a 1,46 bilhão de euros, um pouco abaixo do esperado pelo mercado. Incluindo encargos extraordinários, o lucro líquido ficou em apenas 25 milhões de euros.

A presidente do Conselho de Administração, Ana Botín, está liderando esforços no front de crédito do banco, com o crédito líquido a clientes subindo 7,6 por cento durante o acumulado de 2015.

No Brasil, o lucro líquido caiu 12,2 por cento ante um ano antes e também caiu na comparação trimestral.

O real mais fraco afeta a receita do Santander quando convertida em euros e encargos para compensar potenciais perdas com calotes também subiram no país na comparação trimestral.

(Por Sarah White)

 
Tela anuncia divulgação de resultados do Santander em Boadilla del Monte, nos arredores de Madri. 27/01/2016 REUTERS/Sergio Perez