Rússia considera cortar imposto de exportação de trigo; pode taxar milho

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016 09:45 BRST
 

MOSCOU (Reuters) - A Rússia vai considerar a remoção ou redução de um imposto sobre a exportação de trigo, e também avalia a criação de uma taxa de exportação para o milho e a cevada, afirmou nesta quarta-feira o vice primeiro ministro da Agricultura Evgenii Gromyko.

Preocupações sobre possíveis limites mais rígidos sobre as vendas externas de trigo da Rússia ajudaram os preços da commodity em Chicago a atingirem máxima de um mês na terça-feira.

"O Ministério da Agricultura propôs corte das taxas de exportação. Por enquanto, estamos falando apenas de trigo", afirmou Gromyko a jornalistas em Moscou, acrescentando que o ministério também propôs a remoção do imposto sobre o trigo.

A agência de notícias Interfax publicou na segunda-feira que o ministério estava considerando limites mais rígidos sobre as exportações de grãos, devido à alta dos preços da carne suína.

O imposto sobre a exportação de trigo será discutido em uma reunião em 29 de janeiro com o vice primeiro ministro Arkady Dvorkovich, que está a cargo da agricultura, disse Gromyko.

A possível introdução de uma taxa de exportação para milho e cevada também será discutida com Dvorkovich, segundo publicou a Interfax nesta quarta-feira, citando Gromyko.

(Por Olga Popova)