CORREÇÃO-Petrobras dispara com novo avanço do petróleo e guia alta da Bovespa

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016 19:42 BRST
 

(Corrige no 4º parágrafo para "queda dos estoques de combustíveis derivados", não petróleo)

Por Paula Arend Laier

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou em forte alta nesta quarta-feira, após renovar mínima em quase sete anos na véspera, com as ações de Petrobras disparando conforme os preços do petróleo avançaram pela segunda sessão consecutiva.

O enfraquecimento dos pregões em Nova York após comunicado do banco central norte-americano sobre decisão de juros afastou o principal índice da bolsa paulista das máximas, enquanto o noticiário corporativo local teve efeito misto.

O Ibovespa subiu 2,34 por cento, a 38.376 pontos, o maior ganho desde 9 de dezembro do ano passado. Na máxima da sessão, a alta foi de 3,4 por cento. O volume financeiro do pregão somou 6,23 bilhões de reais.

As cotações do petróleo assumiram viés ascendente à tarde, após a Administração de Informações de Energia (AIE) dos EUA mostrar queda dos estoques de combustíveis derivados, o que inclui diesel e óleo combustível.

As bolsas em Nova York seguiram a melhora do petróleo, com resultados corporativos no radar, mas perderam fôlego após o Federal Reserve optar pela manutenção dos juros e citar atenção à turbulência recente nos mercados.

Da cena doméstica, também repercutiu a nova fase da operação Lava Jato da Polícia Federal.

  Continuação...