Amari renuncia como ministro da Economia do Japão

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016 07:05 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - O ministro da Economia do Japão, Akira Amari, disse nesta quinta-feira que irá renunciar ao cargo para assumir a responsabilidade pelas alegações de que recebeu suborno de uma empresa de construção.

"O Japão está finalmente saindo da deflação... Precisamos aprovar legislação no Parlamento para medidas para superar a deflação e criar uma economia forte o mais rápido possível", disse Amari em entrevista à imprensa.

"Qualquer coisa que afete isso tem que ser eliminada, e não sou exceção. Eu, portanto, gostaria de renunciar como ministro para assumir a responsabilidade (pelo que meu assessor fez)", disse ele.

(Reportagem de Leika Kihara)