UE mira evasão fiscal de multinacionais na ordem de bilhões de euros

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016 10:14 BRST
 

Por Francesco Guarascio

BRUXELAS (Reuters) - A Comissão Europeia propôs nesta quinta-feira permitir que os membros da União Europeia (UE) taxem os lucros corporativos em seus países em algumas circunstâncias, mesmo que o dinheiro tenha sido transferido para outros locais para evitar tais pagamentos.

Analisando questões de responsabilidade e justiça corporativa, a Comissão propôs uma série de medidas para combater alguns dos esquemas mais comuns de evasão fiscal usados por multinacionais para reduzir seus encargos tributários.

Empresas alertaram que tais medidas podem prejudicar a competitividade e deter investimentos.

Grandes corporações, legalmente, evitam o pagamento de impostos na ordem de até 70 bilhões de euros por ano na Europa, estimou um estudo do Parlamento Europeu, com as perdas globais de tais esquemas alcançando um montante de entre 100 bilhões e 240 bilhões de dólares.

"Bilhões de euros são perdidos todos os anos para a evasão fiscal. Isso é inaceitável e nós vamos agir para combater isto", disse o comissário para os impostos da UE, Pierre Moscovici, em um comunicado pedindo "por taxação justa e efetiva de todos os europeus."