Anglo American aumenta produção de minério graças ao projeto Minas-Rio

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016 10:45 BRST
 

JOHANNESBURG (Reuters) - A mineradora Anglo American produziu mais minério de ferro no ano passado, após o aumento da produção em sua mina Minas-Rio, no Brasil, que compensou a menor produção de sua subsidiária Kumba na África do Sul.

A Produção de minério de ferro de Kumba caiu 7 por cento, para 44,9 milhões de toneladas no ano passado, enquanto a produção no sistema Minas-Rio subiu para 9,2 milhões de toneladas ante 700 mil toneladas, disse a empresa nesta quinta-feira.

Minas-Rio conta com um mineroduto de 530 quilômetros de comprimento que, com o uso de água, transporta o produto de mina e unidade de beneficiamento da Anglo em Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas, no Estado de Minas Gerais, até o Porto do Açu, no Estado do Rio de Janeiro.

O minério de ferro é uma das maiores fontes de receita para a Anglo American, que também produz carvão, cobre, platina e diamantes.

A empresa disse que a produção anual de carvão térmico, níquel, cobre e diamantes caiu no ano passado, embora a produção de platina tenha aumentado 25 por cento, para 2,3 milhões de onças, com aumento da produção após greves em 2014.

Tal como os seus rivais, a Anglo está lutando com preços baixos das commodities e com a desaceleração do crescimento na China o maior consumidor de cobre.

(Por Olivia Kumwenda-Mtambo)