Meta anual da Thyssenkrupp depende de recuperação do preço do aço, diz CEO

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016 10:46 BRST
 

(Reuters) - A meta da Thyssenkrupp para o ano cheio depende de uma significativa recuperação nos preços do aço na segunda metade do ano fiscal do grupo industrial, disse seu presidente-executivo ao jornal alemão Handelsblatt.

O setor siderúrgico europeu está em crise, com os preços perto de seu menor nível desde 2003, em meio a importações recordes de aço barato da China.

"Nosso negócio de matérias-primas não pode escapar disso", disse Heinrich Hiesinger, segundo o Handelsblatt, antes da reunião anual geral da Thyssenkrupp na sexta-feira. "Todos os esforços que fazemos para economizar recursos nos alcançam rapidamente".

A Thyssenkrupp havia previsto lucro antes de juros e impostos (Ebit) dentro de uma ampla faixa de 1,6 bilhão de euros a 1,9 bilhão de euros para o atual ano fiscal que se encerra em setembro, contra 1,68 bilhão de euros em 2014/2015.

Analistas preveem em média Ebit de 1,69 bilhão de euros, segundo estimativas da Thomson Reuters I/B/E/S.

(Por Maria Sheahan)