Deutsche Bank cancela bônus de conselheiros após prejuízo recorde

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016 12:13 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - O Deutsche Bank cortou bônus de seu Conselho de Administração este ano depois de sofrer prejuízo recorde em 2015 e o presidente-executivo, John Cryan, pediu a investidores que sejam pacientes com a retomada do maior banco alemão.

"Todos sabemos que uma reestruturação pode ser muito desafiadora. Leva tempo, determinação e paciência", disse Cryan durante a divulgação de resultados do quarto trimestre. O resultado incluiu uma perda de 1,2 bilhão de euros de seu banco de investimento, atingido por custos legais e fracas negociações de títulos.

Cryan reconheceu que o banco perdeu espaço em ações e prometeu investimentos em suas unidades de pesquisa e vendas para recuperar participação de mercado.

O conselho de supervisão do banco decidiu na quarta-feira que o conselho executivo não receberá bônus em 2015, disse.

Como outros bancos de investimento, o Deutsche Bank enfrenta dificuldades com taxas de juros próximas de zero, uma queda nos preços do petróleo e maior cautela dos investidores devido a preocupações com a desaceleração econômica na China, mas analistas disseram que o desempenho das receitas do banco pareceu mais fraco que dos concorrentes norte-americanos.

Os resultados do Deutsche Bank mostraram um prejuízo anual recorde de 6,8 bilhões de euros e um prejuízo de 2,1 bilhões de euros no quarto trimestre, causado principalmente por baixas contábeis, encargos legais e custos de reestruturação.

(Por Arno Schuetze e Jonathan Gould)