UE vai impor tarifas sobre importações de barras de aço de reforço da China

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016 15:31 BRST
 

BRUXELAS/LONDRES (Reuters) - A União Europeia vai impor tarifas de importação sobre barras de aço da China usadas para reforçar concreto enquanto prossegue com investigação sobre prática de dumping por produtores chineses, informou o bloco de países nesta sexta-feira.

A UE vai impor tarifas provisórias de 9,2 a 13 por cento sobre importações de barras de aço de reforço de alta performance (HFP). A medida foi criticada por representantes da indústria siderúrgica no Reino Unido, para onde grande parte das vendas chinesas do produto são dirigidas, que a consideraram insuficiente.

"A decisão da Comissão (...) claramente mostra que a escala da crise que afeta o setor siderúrgico europeu ainda não foi totalmente percebida em Bruxelas", disse Gareth Stace, diretor da UK Steel.

"A investigação da Comissão ressaltou que as margens de dumping superam 60 por cento. A menos que as tarifas provisórias sejam elevadas, veremos mais perdas de empregos", acrescentou.

Segundo a UK Steel, a China representa mais de 45 por cento do mercado de barras de reforço do Reino Unido, ante zero por cento quatro anos antes.

(Por Philip Blenkinsop e Maytaal Angel)