Ações chinesas sobem mais de 2% em sessão fraca, mas restante da região recua

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016 07:39 BRST
 

XANGAI/TÓQUIO (Reuters) - Os índices chineses subiram mais de 2 por cento nesta terça-feira, liderados pelas ações com menor valor de mercado, enquanto as ações caíram no restante do continente, pressionadas pela queda do petróleo e por dados fracos da indústria chinesa, que aumentavam as preocupações com o crescimento global.

Mas alguns analistas disseram que os baixos volumes das operações chinesas sugerem que a recuperação pode ter vida curta.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 2,1 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 2,3 por cento.

Às 7:35 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 1,15 por cento.

O índice Nikkei do Japão teve queda de 0,6 por cento, com os investidores realizando lucros após dois dias seguidos de fortes altas na sequência da decisão do banco central do Japão de introduzir taxa de juros negativa na semana passada.

Apesar das quedas, o petróleo nos Estados Unidos ainda estava bem acima da mínima de 12 anos de 26,19 dólares o barril, atingida em meados de janeiro.

O petróleo encarava nova pressão após os dados de janeiro da indústria da China mostrarem, na segunda-feira, que a atividade contraiu ao maior ritmo desde 2012.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,64 por cento, a 17.750 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,76 por cento, a 19.446 pontos.   Continuação...