BP tem maior prejuízo anual em mais de 20 anos e vai cortar mais empregos

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016 09:04 BRST
 

Por Karolin Schaps e Ron Bousso

LONDRES (Reuters) - A BP teve seu pior prejuízo anual em mais de 20 anos em 2015, informou a companhia de petróleo e gás britânica nesta terça-feira, dizendo que vai cortar milhares de empregos para encarar a profunda deterioração dos preços do petróleo.

A petroleira, que ainda está lidando com os grandes custos do vazamento mortal de petróleo no Golfo do México em 2010, disse que vai cortar 7 mil vagas de emprego até 2017, quase 9 por cento de sua força de trabalho.

As ações da companhia despencavam cerca de 8 por cento em Londres, liderando as perdas no índice FTSEurofirst 300.

A BP manteve seu dividendo a 0,1 dólar por ação, mas os resultados e perspectiva fracas aumentam a pressão sobre a companhia, que teve que aumentar seus empréstimos.

A companhia registrou prejuízo de 6,5 bilhões de dólares em 2015, pior que os resultados de 2010, quando teve que contabilizar os custos do vazamento de petróleo no Golfo do México, pelos quais a conta total pelas infrações civis e criminais, e pelos custos de limpeza, chegaram a cerca de 55 bilhões de dólares.

O lucro da BP no quarto trimestre foi de 196 milhões de dólares, significativamente abaixo das expectativas dos analistas de 730 milhões de dólares.

Os resultados da BP são os mais recentes de uma rodada de ganhos fracos no quarto trimestre no setor. A Chevron, segunda maior produtora dos EUA, divulgou na semana passada seu primeiro prejuízo trimestral em mais de 13 anos, enquanto a Royal Dutch Shell deve ter seus lucros reduzidos para quase metade.