Consultas para financiamentos do BNDES pararam de cair no início do ano, diz Coutinho

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016 18:20 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - As consultas de empresários interessados em obter financiamentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) pararam de cair no início deste ano, afirmou nesta terça-feira o presidente da instituição de fomento, Luciano Coutinho.

"Por enquanto não sabemos se teve repique ou melhorou (o ritmo de consulta) Aparentemente as consultas pararam de cair e estabilizaram. A dúvida é se tem uma recuperação ou se há flutuação. O fato é que parou de cair", disse Coutinho durante entrevista a jornalistas na sede do banco.

O presidente do BNDES comentou ainda que o banco pode aumentar desembolsos de recursos este ano, dependendo do desempenho da economia e da confiança dos empresários.

"Torcemos para que a economia comece a melhorar na margem e isso se reflita em maior demanda de recursos no sistema de crédito", disse Coutinho. "Trabalhamos para desembolsos maiores neste ano que em 2015”, acrescentou.

O BNDES teve desembolsos de 136 bilhões de reais em 2015, queda de 28 por cento sobre 2014. As consultas tiveram queda de 47 por cento, a 124,6 bilhões de reais.

Segundo o presidente do banco, a melhora da economia neste ano poderá ser guiada pelo programa de concessões de infraestrutura, continuidade dos investimentos em energia, além de uma reação mais forte das exportações ao ambiente cambial mais favorável.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

 
Sede do BNDES no Rio de Janeiro. 20/08/2014. REUTERS/Pilar Olivares