Premiê japonês diz que continuará a trabalhar com BC para atingir meta de preços

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016 09:52 BRST
 

TÓQUIO (Reuters) - O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse nesta quarta-feira que o governo e o banco central vão continuar a trabalhar juntos para alcançar a meta de inflação de 2 por cento e derrotar a deflação, acrescentando que cabe ao BC decidir sobre medidas específicas de política monetária.

"Eu entendo que a adoção pelo banco central do Japão de medidas de estímulo com taxa de juros negativa mostra sua forte determinação em derrotar a deflação", disse Abe ao Parlamento.