GM tem lucro recorde em 2015 puxado por vendas na América do Norte

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016 13:37 BRST
 

DETROIT, Estados Unidos (Reuters) - As vendas de picapes e utilitários esportivos na América do Norte levaram a General Motors (GM.N: Cotações) ter lucro recorde em 2015, com a montadora reafirmando previsão de ter um ano melhor em 2016, apesar de sinais de que as vendas de veículos estejam atingindo um pico.

A GM, maior montadora de veículos dos Estados Unidos e a terceira maior do mundo em vendas, teve lucro de 2,8 bilhões de dólares no quarto trimestre antes de juros, impostos e eventos não recorrentes. O resultado equivale a ganho de 1,39 dólar por ação.

Analistas de Wall Street consultados pela Thomson Reuters I/B/E/S esperavam resultado positivo equivalente a 1,21 dólar por ação. A receita da montadora ficou estável, em 39,6 bilhões de dólares, disse a empresa nesta quarta-feira.

Em 2015 como um todo, a GM teve lucro líquido recorde de 9,7 bilhões de dólares.

"Estamos bem posicionados para uma retração econômica", disse o vice-presidente financeiro, Chuck Stevens. "Mas não achamos que isso vai acontecer em algum momento em breve", acrescentou.

O lucro obtido pela GM foi quase todo gerado na América do Norte. Fora da região, as operações da companhia tiveram lucro de cerca de 100 milhões de dólares, com as perdas na Europa e nos mercados internacionais, com exceção da China, compensando os ganhos de 600 milhões de dólares com joint ventures chinesas. Na América do Sul, a GM teve equilíbrio financeiro.

A montadora afirmou que vai retornar aos acionistas 16 bilhões de dólares em dividendos e recompras de ações desde 2015 a 2017.

(Por Joe White e Bernie Woodall)