Com aceleração generalizada da alta dos preços, IGP-DI sobe 1,53% em janeiro

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016 08:28 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) sofreu pressão generalizada e acelerou a alta a 1,53 por cento em janeiro, contra 0,44 por cento no mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta sexta-feira.

A leitura ficou acima da expectativa em pesquisa da Reuters de avanço de 1,28 por cento.

De acordo com a FGV, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-DI) registrou alta de 1,63 por cento em janeiro, contra 0,33 por cento no mês anterior. O índice responde por 60 por cento do IGP-DI.

Somente os preços dos produtos industriais passaram de uma queda de 0,14 por cento em dezembro para uma alta de 1,24 por cento no mês passado.

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-DI) acelerou a alta a 1,78 por cento, após 0,88 por cento em dezembro. O índice mede a evolução dos preços às famílias com renda entre um e 33 salários mínimos mensais e corresponde a 30 por cento do IGP-DI.

A maior contribuição para o resultado mensal do IPC-DI foi dada por Educação, Leitura e Recreação, cujos preços dispararam 5,08 por cento no primeiro mês do ano, após avanço de 0,80 por cento em dezembro, pressionados por cursos formais.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC-DI), por sua vez, subiu 0,39 por cento em janeiro, após avançar 0,10 por cento O índice representa 10 por cento do IGP-DI.

O IGP-DI é usado como referência para correções de preços e valores contratuais. Também é diretamente empregado no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) e das contas nacionais em geral.

(Por Camila Moreira)