Egito diz que ainda negocia contrato direto para compra de trigo

domingo, 7 de fevereiro de 2016 16:59 BRST
 

CAIRO (Reuters) - O comprador estatal de grãos do Egito, a Autoridade Geral para Abastecimento de Commodities (Gasc, na sigla em inglês), disse no domingo que ainda está negociando um contrato para a importação direta de trigo fora do processo normal de licitação. 

"Você viu que na última licitação os preços estavam 10 dólares acima do mercado, e isso não vai funcionar", disse Mamdouh Abdel Fattah, vice-presidente do conselho da Gasc, à Reuters nos bastidores de uma coletiva de imprensa. 

O Egito, maior importador de trigo do mundo, cancelou um processo licitatório de trigo na sexta-feira após receber apenas quatro ofertas, as quais ficaram bem acima dos preços de mercado. 

A Gasc disse na semana passada que estava negociando um contrato direto para 3 milhões de toneladas, mas não deu muitos detalhes.

Abdel Fattah fez a declaração após fornecedores globais terem se afastado de uma licitação para compra de trigo devido a confusão a respeito de regulações sobre os níveis permitidos do fungo ergot no trigo importado. 

No domingo, Abdel Fattah fez seus comentários após os ministros de Abastecimento e de Agricultura terem buscado reassegurar o mercado global, em coletiva de imprensa, que o Egito continuará a aceitar os embarques de trigo com níveis de fungo ergot de até 0,05 por cento. 

(Por Eric Knecht)