SBM Offshore diz que autoridades dos EUA reabriram inquérito sobre corrupção

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016 15:42 BRST
 

AMSTERDAM (Reuters) - A holandesa SBM Offshore, principal afretadora de plataformas de petróleo e gás do mundo, afirmou nesta quarta-feira que as autoridades norte-americanas reabriram um inquérito sobre alegações de suborno pela empresa holandesa.

Em novembro de 2014, a SBM chegou a um acordo recorde de 240 milhões de dólares com autoridades holandesas e norte-americanas relativas a acusações de corrupção em Angola, Brasil e Guiné Equatorial, envolvendo cerca de 200 milhões de dólares em subornos entre 2007 e 2011.

(Por Anthony Deutsch)