Transporte em contêineres impulsiona novos contratos futuros de açúcar branco

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016 19:25 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Um contrato futuro de açúcar branco, com lançamento previsto na divisão europeia da bolsa ICE no final de março, tem uma boa chance de eventualmente substituir a referência global existente, por refletir a crescente dominância do comércio em contêineres, disseram analistas e operadores.

Operadores estimam que cerca de 75 por cento da negociação física de açúcar branco global é feita em navios de contêineres, uma parcela que deve crescer. Em algum momento, quase todo o comércio físico de açúcar bruto será conteneirizado, enquanto os antigos navios de carga são aposentados, disseram operadores.

"Nós achamos que o novo contrato conteinerizado será bem sucedido por que reflete com precisão o atual ambiente de negócios do comércio físico de açúcar branco, muito melhor que o atual contrato", disse um analista em uma corretora em Londres.

A ICE também opera o atual contrato de referência para o açúcar bruto, que é baseado no método tradicional de transportar açúcar em grandes volumes em navios graneleiros.

O açúcar branco é atualmente embarcado com maior frequência em quantidades muito menores, em navios de contêineres que podem transportar também uma ampla gama de outros produtos.

Operadores disseram que uma transição nas negociações de açúcar bruto das tradicionais agências de compras dos governos para múltiplos compradores menores impulsionou a demanda por cargas menores e conteneirizadas.

(Por David Brough; reportagem adicional de Jonathan Saul)