Irã reduz preços do petróleo no Mediterrâneo para competir com sauditas

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016 09:43 BRST
 

CINGAPURA (Reuters) - O Irã, um dos principais membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), cortou seus preços de petróleo pesado para exportação ao Mediterrâneo, com um grande desconto ante as cotações da Arábia Saudita, em um momento em que Teerã busca atrair mais compradores depois do fim de sanções.

A região do Mediterrâneo é um dos campos de batalha para o Irã, que busca reconquistar fatia de mercado que perdeu nos últimos anos quando sanções ocidentais restringiram suas exportações de petróleo.

O preço oficial de vendas para março (OSP, na sigla em inglês) para o petróleo pesado iraniano ao Mediterrâneo foi estabelecido em 6,40 dólares por barril abaixo da média ponderada do Brent (BWAVE), queda de 0,35 dólar ante o preço do mês anterior, disse nesta quinta-feira uma fonte com conhecimento do assunto.

O OSP equivalente da Arábia Saudita caiu 0,20 dólar no mesmo período.

No noroeste da Europa e na África do Sul, o petróleo pesado iraniano para março está sendo oferecido com desconto de 6,30 dólares ante o BWAVE, ante desconto de 6 dólares do petróleo saudita nessas regiões.

O ministro iraniano do petróleo, Bijan Zanganeh, disse no sábado que as vendas de seu país para a Europa depois do fim das sanções internacionais já haviam alcançado mais de 300 mil barris por dia.

(Por Florence Tan)