Ações chinesas voltam de feriado com pequenas perdas, iuan se firma

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016 08:20 BRST
 

Por Nathaniel Taplin e Samuel Shen

XANGAI (Reuters) - As ações chinesas encerraram a sessão desta segunda-feira com perdas apenas modestas, dando de ombros às fortes quedas dos mercados globais na semana passada ao retomarem as negociações após longo feriado, enquanto Pequim dava outro golpe contra rumores de desvalorização do iuan ao fixar a moeda em um nível forte.

Tanto o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, quanto o índice de Xangai, encerraram com queda de 0,6 por cento, em seu primeiro dia de operações desde 5 de fevereiro.

As bolsas, inicialmente, abriram com queda de mais de 2 por cento, mas uma forte alta no restante da Ásia, especialmente no Japão, e a valorização do iuan incentivaram os investidores a voltar ao mercado.

"Muitos operadores deixaram suas posições antes do feriado, e a abertura fraca lhes deu a chance de recomprar algumas ações", disse o diretor da Nanhai Fund Management Co David Dai.

"Anteriormente, havia fortes temores de depreciação do iuan. Agora a moeda se fortaleceu, e isso também é um fator de estabilização do mercado".

O banco central da China definiu o iuan em sua taxa mais alta em mais de um mês, dando continuidade a seus esforços para deter as especulação sobre a depreciação da moeda.

Refletindo o recente recuo do dólar, a determinação desta segunda-feira de 6,5118 iuanes por dólar, uma taxa referencial para o câmbio, é muito mais forte dos que a taxa de 6,5314 definida antes do feriado.

Os mercados parecem ter ignorado os números decepcionantes do comércio, ainda que eles ampliem as preocupações sobre a desaceleração global.

(Reportagem adicional de Jianxin Lu)