Ecorodovias tem projetos em análise para aditivos de ao menos 5 controladas

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016 10:35 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Ecorodovias informou que tem como estratégia no curto prazo a negociação de aditivos contratuais com o governo e possui projetos em análise para pelo menos cinco de suas controladas, de acordo com apresentação divulgada nesta segunda-feira.

A empresa de concessões de infraestrutura disse que, no caso da Ecovias, do Sistema Anchieta-Imigrantes (SP), estuda o projeto "Santos Binário". Para a Ecovia, com estradas entre Curitiba (PR) e as cidades litorâneas paranaenses, o grupo estuda o acesso a portos e outras possibilidades.

No caso da Ecocataratas, responsável por 387,1 quilômetros da BR-277 entre os municípios paranaenses de Guarapuava e Foz do Iguaçu, analisa a duplicação da rodovia, assim como para a EcoSul, que administra o Polo Rodoviário de Pelotas (RS).

Já para a Ecopistas, que administra o Corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP), é analisada a extensão até Taubaté.

A Ecorodovias disse visualizar retornos atraentes para os projetos, dado o perfil de baixo risco dos novos investimentos.

A empresa informou também que pretende participar dos futuros leilões de concessões rodoviárias, conforme sua capacidade financeira, com oportunidades em âmbito nacional e no Estado de São Paulo.

As ações da Ecorodovias exibiam alta de 0,7 por cento às 10h30, enquanto o Ibovespa mostrava ganho de 1,87 por cento.

(Por Priscila Jordão)