Operadores de GNL estão deixando Noble para se juntar à Glencore, dizem fontes

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016 18:49 BRST
 

CINGAPURA/LONDRES (Reuters) - Três operadores de gás natural liquefeito (GNL) na maior casa de comércio de commodities da Ásia, a Noble Group, incluindo dois líderes da equipe, estão saindo para se juntar à rival Glencore [GLEN.L], disseram fontes familiarizadas com o assunto à Reuters.

Noble e Glencore não quiseram comentar.

As fontes disseram que a Noble continuará a comercializar GNL, após ter reiniciado sua mesa de operações com sede em Londres em 2014. A Noble ainda terá cerca de cinco pessoas envolvidas no negócio de GNL.

As partidas acontecem após um período difícil na Noble. As ações da empresa perderam mais de dois terços de seu valor no ano passado, após a Iceberg Research ter alegado que a empresa inflou seus ativos em bilhões de dólares ao representar erroneamente o valor de seus contratos.

A queda dos mercados de commodities também atingiu a empresa. A Noble rejeitou as acusações de irregularidades contábeis.

(Por Anshuman Daga e Sarah McFarlane)