Glencore antecipa refinanciamento da dívida de curto prazo, ações disparam

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016 09:32 BRST
 

Por Alasdair Reilly e Mamidipudi Soumithri

LONDRES (Reuters) - A mineradora e trading de commodities Glencore levantou 8,4 bilhões de dólares como parte de uma antecipação de refinanciamento de sua dívida de curto prazo, fazendo suas ações dispararem cerca de 10 por cento nesta quarta-feira.

A dívida líquida da Glencore, de cerca de 30 bilhões de dólares --uma das maiores do setor--, ficou sob avaliação conforme os preços das commodities, como cobre e carvão, pressionam suas finanças.

A agência de rating Moodys Investor Service rebaixou o rating de crédito da Glencore para uma posição acima do grau especulativo em dezembro.

"O mercado está recebendo bem a notícia, o que demonstra que eles são aptos de assegurar a dívida em um ambiente desafiador", disse o analista do Investec Marc Elliott.

A companhia disse que fechou 7,7 bilhões de dólares em compromissos para sua nova linha de crédito rotativo, que vai substituir o empréstimo existente de 8,45 bilhões de dólares acordado em maio do ano passado.

As ações da Glencore subiam cerca de 10 por cento na bolsa de valores de Londres, colocando-as no topo do índice de blue-chips FTSE 100. Seus papéis já acumulam alta de mais de 25 por cento este ano, após terem desabado cerca de 70 por cento em 2015.