S&P reduz ratings globais de 17 bancos brasileiros e notas nacionais de 27

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016 10:24 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A agência de classificação de risco Standard & Poor's reduziu os ratings em escala global de 17 bancos brasileiros e os ratings em escala nacional de 27, depois de ter voltado a rebaixar o rating do Brasil na quarta-feira, com a redução da nota para "BB", de "BB+".

Como consequência, a Standard & Poor's reduziu os ratings em escala global e manteve as perspectivas negativas para 11 bancos, incluindo Bradesco, Itaú Unibanco, Santander Brasil, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco Nacional de Desenvolvimento Economico e Social (BNDES).

A S&P também reduziu os ratings globais, com implicações de "CreditWatch" (observação) negativa para o banco BTG Pactual e outros cinco bancos.

Bradesco, Itaú, BTG, Santander Brasil, Caixa e BNDES também tiveram seus ratings em escala nacional reduzidos.

Na véspera, a agência disse que o rebaixamento do rating do Brasil reflete a visão de que o perfil do país enfraqueceu desde setembro, quando a agência tirou o selo de bom pagador.

(Por Priscila Jordão)

 
Prédio do Standard & Poor's em Nova York. 05/02/2013 REUTERS/Brendan McDermid