Acionistas da Sete Brasil podem pedir recuperação judicial, dizem fontes

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016 21:13 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os acionistas da Sete Brasil podem pedir recuperação judicial se a Petrobras (PETR4.SA: Cotações), a única cliente da fabricante de sondas, não conseguir apresentar um contrato final de leasing dentro de uma semana, disseram nesta sexta-feira duas fontes com conhecimento do assunto. A Petrobras pediu sete dias para entregar uma proposta para alugar as sondas da Sete Brasil, e os acionistas receberam a notícia em reunião mais cedo nesta sexta-feira, disseram as fontes, que pediram anonimato para falar sobre o assunto.

A mensagem foi entregue pelo presidente-executivo da Sete Brasil Luiz Carneiro, disseram as fontes, adicionando que não continha propostas específicas. Os acionistas da Sete Brasil, que incluem o fundo de pensão Previ e o Grupo BTG Pactual (BBTG11.SA: Cotações), querem colocar a empresa em recuperação judicial para forçar a Petrobras a pagar um contrato de leasing de sondas de longo prazo.

(Por Guillermo Parra-Bernal)