Material radioativo desaparecido é encontrado jogado no Sul do Iraque

domingo, 21 de fevereiro de 2016 11:38 BRT
 

BAGDÁ (Reuters) - Um material radioativo "altamente perigoso" que tinha desaparecido no Iraque foi encontrado jogado perto de um posto de gasolina no sul da cidade iraquiana de Zubair, disse neste domingo o porta-voz do Ministério do Meio Ambiente, Amir Ali.

Ali disse que o material não estava danificado e que não havia necessidade para preocupações com a radiação a partir do material, mas sim a sua perda, caso fosse adquirido por militantes do Estado Islâmico.

A Reuters reportou na semana passada o roubo, em novembro, do material em uma instalação de armazenamento pertencente à empresa norte-americana Weatherford, prestadora de serviços petrolíferos, próximo à cidade de Basra.

Ainda não está claro como o material foi parar em Zubair, a 15 quilômetros a sudoeste de Basra.

"Um transeunte encontrou o dispositivo radioativo despejado em Zubair e, assim que informadas, as forças de segurança foram imediatamente recuperar o dispositivo com uma equipe especial de prevenção de radiação", disse Jabbar al-Saidi, chefe do painel de segurança do conselho provincial de Basra, à Reuters. 

"Após a checagem inicial, posso confirmar que o dispositivo está 100 por cento intacto e não há absolutamente preocupação com a radiação."

O objeto, que utiliza raios gama para testar falhas em materiais usados em tubulações de petróleo e gás em um processo chamado radiografia industrial gama, pertence à SGS Turkey, cuja sede fica em Istambul, de acordo com o documento e oficiais.

O material é classificado como fonte radioativa de Categoria 2 pela Agência Internacional de Energia Atômica, o que significa que caso não seja manuseado de forma adequada, pode causar danos permanentes à pessoa, seja por minutos ou horas, e pode ser fatal a quem for exposto por um período de horas ou dias.

(Reportagem de Ahmed Rasheed)