Fundo de construção naval transfere ações do BB para quitar operação financeira

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016 08:56 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Banco do Brasil informou nesta segunda-feira que o Caixa FI Garantia Construção Naval transferiu todas as ações que detinha da instituição financeira para o Fundo Garantidor da Construção Naval (FGCN), que repassou parte dos papéis para o Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS).

Os papéis transferidos ao FI-FGTS vão servir para quitar obrigações do fundo relacionadas a uma operação financeira que não foi informada pelo BB, num total de 43.379.728 ações.

Representantes do Banco do Brasil não estavam disponíveis para comentar o assunto.

O FI-FGTS faz parte do grupo de controladores da fabricante de sondas de petróleo Sete Brasil, que tem dívidas de cerca de 18 bilhões de reais com bancos, um fundo de trabalhadores e fornecedores.

Na sexta-feira passada, a Reuters publicou que os acionistas da companhia podem pedir recuperação judicial se a Petrobras, a única cliente da companhia, não conseguir apresentar um contrato final de leasing dentro de uma semana. A Petrobras pediu sete dias para entregar uma proposta para alugar as sondas da Sete Brasil, afirmaram fontes à Reuters.

As ações do BB encerraram a sexta-feira cotadas a 13,01 reais, com isso, a operação teve valor de cerca de 564 milhões de reais segundo a cotação do último pregão.

O banco afirmou ainda que o saldo remanescente de ações do BB, que compõe o FGCN, será utilizado até maio de 2016 para o pagamento das demais garantias acionadas.

Segundo o BB, após essa movimentação a participação do bloco de controle do BB passará de 57,7 para 54,7 por cento.

(Por Alberto Alerigi Jr.)